Como Fazer Óleo de Canábis

Published : 2019-04-24 10:08:01
Categories : Cannabis - maconha Rss feed

Como Fazer Óleo de Canábis

Fazer o seu próprio óleo de canábis em casa não é tão difícil como se pode pensar. 

Quer tenha começado a aproveitar os benefícios da Canábis nos anos 70, ou é relativamente novo em relação aos seus benefícios, é muito difícil negar que, em 2019, estamos definitivamente a viver no futuro da canábis. Há mais formas do que nunca de conseguir a sua dose de Marijuana. Muito mais do que apenas os bongos, cigarros, entre outras formar,  que são familiares há pouco menos de uma década. 

Agora até existem comestíveis - como biscoitos, rebuçados e até mesmo gelados. Tinturas e pomadas, alguns de CBD puro, outros com uma combinação de canabinóides para garantir alívio de uma variedade de problemas. Até mesmo restaurantes estão atendendo à procura da nova moda verde. Enquanto estiver a pensar em todas as formas criativas e extremamente satisfatórias de ingerir essa droga milagrosa, não pode definitivamente esquecer o óleo de cannabis.

O que é o Óleo de Canábis? 

O óleo de cannabis, assim como a mãe de folhas verdes, tem vários nomes. Hash oil, mel oil ou canna oil para iniciantes. O que quer que seja que decida chamar a esta planta adorável é uma opção sua, mas essencialmente o fator determinante do óleo de canábis é como é feito. O óleo de canna é um óleo semilíquido ou sólido que é extraído da planta da Canábis. Como é extraído determina como se torna o produto final. Todo o óleo de canábis contém tanto CBD e THC, bem como alguns outros canabinóides. 

O que são Canabinóides?

Talvez devêssemos dar um passo atrás. Os canabinóides são alguns dos compostos químicos que interagem com o sistema endocanabinoide dos seres humanos. Este sistema é composto por um monte de pequenos receptores que temos por todo o nosso corpo. Quando ingerimos um canabinoide (como o THC ou o CBD), eles interagem diretamente com esses receptores e liberam neurotransmissores específicos que realizam diferentes tarefas no corpo. 

A planta da canábis tem pelo menos 113 canabinóides diferentes que a ciência já encontrou, mas os dois que realmente ocupam o centro do palco são o CBD e o THC. O THC é o constituinte psicoativo da canábis - é a coisa que te deixa mais alto. Embora o CBD não seja psicoativo, ele ainda desempenha alguns papéis vitais na maneira como os nossos corpos funcionam após a ingestão. Cada um desses canabinóides desempenha um papel diferente no corpo, bem acima e além de apenas a “moca” provocada. Ambos podem ser naturais ou produzidos sinteticamente. Enquanto a ciência não tem uma imagem clara sobre o que todos os canabinóides (113!) fazem no corpo, a pesquisa sugere que quase todos eles desempenham algum tipo de papel. O que torna a canábis sintética muito menos eficaz, uma vez que geralmente não tem todos os canabinóides que não são THC ou CBD. 

Óleo de Cânhamo vs. Óleo de Cannabis

Outro produto que está fazer ondas no mercado verde é o óleo CBD, ou óleo de cânhamo. Embora o óleo CBD tenha um monte de benefícios realmente grandes, ele não possui o THC do óleo de canábis, o que reduz a quantidade de benefícios. Tomando CBD de uma planta que tem muito menos canabinóides, ou criá-lo num laboratório, irá reduzir ainda mais a sua eficácia. Para que o óleo de canábis seja um tratamento anti-cancro eficaz, ele deve conter o THC. O equilíbrio do THC para o CBD irá variar dependendo dos efeitos desejados, mas é necessário que ambos funcionem. Além disso, o óleo CBD está sendo produzido em massa com a utilização de produtos químicos e plantas inferiores, se não for criado sinteticamente na sua totalidade. Por isso, é importante que saiba de onde vêm os seus óleos. É por isso que o caseiro é geralmente melhor. 

Como Funciona?

Ok, a escola terminou – de volta ao óleo de canna. Descobriu-se que o óleo de canábis tem vários efeitos medicinais diferentes. Possivelmente, a mais promissora é a pesquisa que está a ser feita, sugerindo que o óleo de canna pode impedir o crescimento de células cancerígenas. Pode até ajudar o corpo a destruir células tumorais, o que realmente chama a atenção das pessoas. Para além das suas propriedades anti-tumorais, o óleo de Canna também ajuda com problemas como a insônia, os distúrbios alimentares, as convulsões, as doenças inflamatórias, as dores crônicas, além de promover a saúde do coração, reduzindo o stresse e diminuindo a pressão arterial.. 

Os benefícios medicinais do óleo de canábis ainda melhoram pela facilidade de consumo. O óleo de canábis não precisa de ser fumado; na verdade, muitas das suas propriedades medicinais podem ser saboreadas com vaping ou comidas, de modo a que mesmo pessoas com problemas de pulmão ou digestão tenham a capacidade de obter todos os benefícios. 

O óleo de canábis variará de um castanho claro dourado a um negro denso escuro. Métodos de extração e temperaturas irão definir a cor do produto final. 

Passos para fazer o Óleo de Canábis

Fazer o óleo em casa é muito mais simples do que possa imaginar. O óleo de canábis e o óleo de vape usam a mesma “receita” do óleo de canna padrão com apenas alguns pequenos ajustes. A receita pela qual a maioria das pessoas se guia ao fazer o óleo em casa é o infame “Rick Simpson Method”. Apesar de não dedicarmos muito tempo à jornada deste incrível homem, definitivamente vale a pena investigar. 

Rick Simpson

Rick Simpson é essencialmente o padrinho do uso doméstico de óleo de canábis. Depois de aprender um pouco sobre os alegados usos medicinais da canábis com ratos de laboratório, Rick começou a criar o seu próprio óleo de canna em casa. Ele utilizou isso para tratar com sucesso não apenas os problemas crônicos de dor após uma lesão na cabeça, mas também o cancro de pele! Farto do tratamento que recebia da comunidade médica tradicional, especialmente depois de encerrarem completamente o seu sucesso auto-relatado, Simpson aprendeu a fazer a tintura em casa. Ele partilha e compartilha, felizmente, a sua história e a sua receita com qualquer parte interessada. 

Óleo de Canábis Caseiro

Fazer o óleo de canábis em casa usando o método Rick Simpson é algo que pode ser feito por praticamente qualquer pessoa. Tudo começa com apenas alguns ingredientes simples:

  • 99.5% de Álcool Isopropílico 
    • Numa proporção de aproximadamente 4 litros/quilos de marijuana ou 2 xícaras/onça 
    • Gele o álcool num congelador na noite anterior ao uso pretendido para facilitar o efeito desejado
  • maconha
    • Alta qualidade de Indica Colas é a planta que deve escolher
    • 1 onça de canábis de boa qualidade deve produzir entre 3-4 gramas de óleo.

Depois, vá buscar algumas provisões:

  • Duas panelas de aço inoxidável, ou baldes plásticos de qualidade
  • Colher longa de Madeira para agitar
  • Panela de Arroz de Aço Inoxidável
  • Ventilador de Esfriamento Elétrico
  • Cabo de Extensão
  • Funnis de Plástico
  • Filtros de Café
  • Garrafas de Plástico ou vidro Limpas e Vazias
  • Copo de Medição de Aço Inoxidável
  • Aquecedor de Café
  • Seringas Grandes

* Tente e certifique-se de que todas as provisões que utilize sejam de aço inoxidável ou grau alimentício. Desta forma, os produtos químicos não conseguem entrar no seu óleo. 

E agora o processo:

  • Primeiro Passo
    • Coloque a sua canábis num caldeirão ou balde grande. Coloque apenas o suficiente do álcool isopropílico frio para amortecer a erva. Esmagar, partir e mexer por cerca de cinco minutos para que a planta possam liberar mais prontamente os seus canabinóides. 
  • Segunda Passo
    • Adicione Álcool Isopropílico esfriado suficiente para cobrir completamente a sua mistura. Agite e esmague por mais cinco minutos para combinar completamente o novo álcool com a velha mistura. Isto é chamado de “lavar”.
  • Terceiro Passo 
    • Dê a mistura um segundo para assentar e despeje o máximo possível do líquido no segundo balde. Deixando o máximo possível da sujidade da planta no primeiro balde. Não é necessário que saia perfeito, pois irá coá-lo mais tarde, mas quanto maior for a concentração da planta que é deixada no primeiro balde, maior o número de canabinóides que poderá extrair. 
  • Quarto Passo
    • Repita o passo dois no primeiro balde, submergindo novamente o material da planta, para depois mexer e esmagar por mais cinco minutos. 
  • Quinto Passo
    • Repita o passo três. Neste ponto, pode ir para uma terceira rodada de lavagem, mas não adicione essa mistura no segundo balde. É necesário um novo balde para esta lavagem, pela mistura ter um teor de canabinóides extremamente baixo. Este material é ideal para aplicações tópicas de óleo de cana, enquanto as duas primeiras lavagens fornecerão a base para os óleos ingeridos. 
  • Sexto Passo
    • Deixe o solvente no balde nº 2 assentar enquanto limpa as etapas anteriores. Use a matéria vegetal em composto para criar super solo (ideal para cultivar mais da sua canábis). Limpe e lave o primeiro balde. 
  • Sétimo Passo
    • Forre um funil de plástico com um filtro de café e coloque o funil no topo de um dos frascos. Despeje o solvente do segundo balde nos frascos, usando os filtros de café para esticar qualquer material vegetal. Pode esticar o solvente algumas vezes usando novos filtros. Certifique-se de que removeu qualquer excesso de material vegetal dos solventes. Neste ponto, o seu líquido deve ser amarelo escuro e livre de partículas. 
  • Oitavo Passo
    • Monte a panela de arroz e o ventilador numa área bem ventilada (como no exterior ou numa sala dedicada para esta produção). A ideia agora é eliminar qualquer bebida alcoólica que ainda esteja dentro da solução líquida. O ventilador deve ser configurado de modo a que sopre através das aberturas da panela de arroz. Isso evita com que os vapores de álcool se condensem no fogão. 
    • Os vapores de álcool não são apenas super tóxicos para inalação, mas também são incrivelmente inflamáveis! Por isso, certifique-se de que está configurado numa área que não possui chamas, faíscas nem elementos em chamas. 
  • Nono Passo
    • Encha a panela de arroz apenas com ¾ da mistura líquida. Não quer que transborde. 
    • A panela de arroz aquecerá automaticamente e manterá a sua mistura entre 210-230 ºF. Esta é a temperatura ideal para ferver o excesso de álcool e ao mesmo tempo  a não ferver (e a destruir) o óleo de canna. Também serve para descarboxilar a canábis, que vai querer produzir a tintura ideal. 
  • Décima Etapa
    • À medida que a mistura diminui (reduz o excesso de álcool), pode adicionar lentamente o excesso de solvente que não couber na primeira rodada. Apenas certifique-se de nunca exceder a regra completa. 
  • Décima Primeira Etapa
    • Depois de adicionar todo o seu solvente e reduzir a mistura para aproximadamente dois centímetros no fundo da panela de arroz, adicione de dez a doze gotas de água. Isso ajudará a livrar de qualquer solvente ou resíduo remanescente. Agite o conteúdo da panela de arroz para ferver o excesso de álcool. 
  • Décima Segunda Etapa
    • Irá saber que está pronto quando a mistura começar a emitir um som crepitante e a bolha começar a ser formada. Vapor escuro (que pode parecer um pouco com fumaça) começará a sair do líquido. Espere que a panela de arroz mude para a posição baixa e desligue-a. 
  • Décima Terceira Etapa
    • Deixe o óleo esfriar por cerca de cinco minutos e despeje o líquido esfriado num copo medidor de aço inoxidável. Coloque a xícara de medição cheia num aquecedor de café e remova completamente qualquer água que tenha ficado. O óleo irá borbulhar enquanto estiver no aquecedor de café. Este é um sinal de fogo certo de que tem um pouco de água a sobrar na mistura. Deixe no aquecedor de café até que todo o borbulhar tenha parado. Isso pode durar entre cinco minutos a algumas horas. 
  • Décimo Quarto Passo
    • Uma vez que o borbulhar tenha parado, remova o copo medidor do aquecedor de café e deixe-o esfriar. Depois de esfriar, recolha o óleo numa seringa grande e sem agulha. De seguida, tampe ou guarde em frascos com tampa escura e use conforme necessário!

Precisa de sementes? Confira a nossa gama de sementes de canábis feminizadas, sementes autoflorescentes e muito mais na nossa homepage. Encomende online hoje!

Share this content